Home Vagas de Emprego Links Contato
Área do paciente
   
Artigo
DROGAS E AS INTERFERÊNCIAS NA ROTINA DE TRABALHO

 Como cada droga interfere na rotina do trabalhador

ALCOOLISMO

 

No Brasil, o alcoolismo é o terceiro motivo para absenteísmo no trabalho, causa mais frequente de aposentadorias precoces e acidentes no trabalho e a oitava causa para concessão de auxílio doença pela Previdência Social.  

O Alcoolismo é o segundo transtorno psiquiátrico mais prevalente na atualidade, sendo superado apenas pelas depressões.

* Caracteriza-se pela busca ou uso compulsivo, repetitivo do álcool a despeito das consequências físicas e/ou psicológicas, sociais e morais.

* Quanto mais precoce o início do alcoolismo e mais tardia a intervenção terapêutica, maior a chance de tornar-se mais grave e com maior dificuldade de recuperação.

O alcoolismo é tão grave que às vezes toda a família deve ser tratada, tamanho o estrago ocorrido no relacionamento e conflitos familiares, devido os longos períodos da permanência do indivíduo em seu consumo abusivo.

Apesar do desconhecimento da maioria das pessoas, o álcool também é considerado uma droga psicotrópica, pois atua no sistema nervoso central provocando mudanças no comportamento de quem o consome, além de ter potencial para desenvolver dependência.

Apesar da ampla aceitação social o consumo abusivo de bebidas alcóolicas passa a ser um problema.

* Além dos inúmeros acidentes de trabalho, no trânsito e a violência associada a episódios de embriaguez, o consumo abusivo de álcool a longo prazo, frequência e circunstâncias, pode provocar o quadro de dependência conhecido como alcoolismo.

* O consumo abusivo do álcool tornou-se, então, problema de saúde pública, acarretando altos custos para a sociedade e envolvendo questões médicas, psicológicas, familiares, profissionais e morais.

 

Álcool:     Os efeitos físicos são:  sensação de moleza, cansaço, dificuldade para se concentrar a dor de cabeça e enjoo, entre outros. Há desconforto também para quem trabalha ao lado. Ele é responsável por grande parte dos acidentes de trabalho que ocorrem após o almoço. São inquietos, ansiosos e, às vezes, agressivos quando querem beber e não podem.

 

Cigarro: Aproximadamente a cada 30 minutos, o fumante começa a apresentar sintomas sutis de abstinência, como irritabilidade, inquietação, ansiedade e queda na concentração. É comum que ele conviva com esses sintomas o dia todo, livrando-se deles só ao acender um cigarro, por este motivo que o fumante tem necessidade de quase a toda hora estar fumando. Outra decorrência do abuso é a queda na produtividade.

Maconha: Quando retoma as suas atividades, quem usa maconha tende a ficar desatento, disperso e com dificuldade para realizar tarefas mais complexas ou para processar várias informações ao mesmo tempo. Quem consome a droga três vezes por semana, pelo menos, pode apresentar menor motivação no dia-a-dia.

Cocaína: Em geral, usuários de cocaína tendem a ficar instáveis mentalmente, apresentando comportamento mais impulsivo e irritadiço. O consumo no trabalho pode deixar o usuário muito eufórico em uma reunião, agressivo em outra e, não raro, deprimido após o efeito do entorpecente.. A instabilidade emocional, então, é  constante no ambiente de trabalho.

Ecstasy: O ecstasy é uma substância psicotrópica. É chamada droga de recreio ou de desenho, pois possui ação estimulante e alucinógena. Seus efeitos surgem após vinte e setenta minutos, atingindo estabilidade em duas horas, pode agrupar efeitos da cannabis, das anfetaminas e do álcool. Os jovens são quem mais utilizam essa droga principalmente em finais de semana, em festas e baladas.

Pensem nisto, a consciência é sua, mas as consequências do uso destas drogas principalmente no ambiente de trabalho acabará sendo de todos que estiverem ao seu redor!!

 

Drª Carina Almeida Ramos Medina

Psicóloga Clínica e Organizacional.

 Neuropsicóloga.

Neurotecnóloga.

Hipnoterapeuta Clínica.

Especialista em Terapia Familiar Sistêmica e de Casais.

Especialista em Reabilitação Neuropsicológica.

 

Personal e Executive Coaching.



Compartilhe:
<< Página Anterior

C.T.A. Centro de Terapia Aplicada • Rua Santo Antônio, 264 - Centro -Guararapes/SP • (18) 3406-2096